Os 5 setores que mais demitirão nos próximos 20 anos

Os_5_setores_que_mais_irao_demitir_em_20_anos

No artigo anterior você viu 3 previsões de especialistas sobre a vida em 2045 e pôde ver que a robótica será parte fundamental do nosso cotidiano. Sabemos que a tecnologia vem facilitando a vida das grandes empresas ao automatizar processos. Com isso é possível reduzir custos e aumentar a produtividade. Porém, tudo tem seu preço. Não estou falando apenas dos valores financeiros que os empresários investem, mas também da mão-de-obra humana.

A substituição do Homem pela Máquina gerará uma grande mudança social, uma vez que computadores e robôs farão os trabalhos manuais (e até alguns intelectuais) e desempregarão milhões de pessoas.

Àquelas que não estiverem adaptadas ao novo mercado, serão dispensadas e dificilmente conseguirão se recolocar novamente. Sei que parece duro ler isso, todavia é apenas uma realidade iminente.

Saiba agora quais são as 5 áreas que mais demitirão funcionários nas duas próximas décadas.

1. Construção civil

construcao_civil

Créditos: Freepik

Por mais impressionante que possa ser, algumas profissões como pedreiro, soldador e pintor terão seu espaço no mercado de trabalho drasticamente reduzido, uma vez que robôs operários serão cada vez mais empregados nas construções de imóveis. Com o barateamento desta tecnologia, com redução de recursos gastos pelas máquinas robóticas e o aumento da velocidade na construção, diversas empreiteiras abandonarão o modo tradicional de construir casas e passarão a demitir em larga escala.

2. Serviços domésticos

Com diversas leis surgindo a fim de proteger os trabalhadores domésticos como faxineiros(as), cozinheiros(as) e babás, assim como o crescimento e barateamento da domótica (robótica doméstica) e Inteligência Artificial (I.A.), os custos para se manter um empregado serão muito maiores do que a compra e manutenção de robôs. Não estou dizendo que as leis são indevidas! Pelo contrário, as leis trabalhistas devem sempre dispor a favor do trabalhador assegurando seus direitos. Contudo, se quem for contratar levar em conta apenas as despesas de cada lado, certamente vai optar pela robótica.

3.Transportes

tranportesComprar pela internet ou telefone é algo comum hoje em dia. Dificilmente alguém vai encarar um trânsito congestionado para pegar uma pizza ou mesmo irá a uma livraria comprar uma obra literária, sendo que poderá fazer tudo isso sem sair de casa. Neste quesito os sistemas de delivery e transportes em geral deverão sofrer grandes mudanças, uma vez que os clientes estão cada vez mais exigentes com os prazos e a qualidade do pacote entregue. Hoje já existem empresas que fazem entregas via drones (robôs voadores) e há projetos de carros e caminhões que andam sozinho. Portanto, não se assuste se daqui alguns anos você não encontrar um motorista naquela corrida da sua casa até o aeroporto ou não ver uma pessoa pedindo para assinar a encomenda recebida no seu lar.

Obviamente caminhoneiros, taxistas e motoboys serão profissões mais escassas, pois a robótica assumirá também este trabalho.

4. Atendimento ao cliente

Atendimento_ao_cliente

Se você fica cansado ao passar horas no telefone tentando cancelar aquele pacote de serviços que não pediu, enquanto um atendente transfere seu problema para outros, saiba que isso poderá logo chegar ao fim. Sistemas de Inteligência Artificial serão tão eficazes que cruzarão informações em seus bancos de dados não necessitando de tanta intervenção humana, a ponto de resolver seu problema em pouquíssimo tempo.

Possivelmente haverá ainda pessoas que preferirão conversar com um funcionário humano e não com máquinas, o que ainda garantirá o emprego de poucos profissionais da área. Entretanto, o setor de telemarketing e atendimento ao cliente sofrerá uma grande redução no seu quadro de colaboradores.

5. Advocacia

Se você é estudante ou profissional do Direito certamente está abismado com o quinto item. Mas calma! Os advogados não serão extintos. Apenas terão uma queda na procura pelos seus serviços. Novamente a I.A. tomará uma boa parte do mercado.

Na Europa já existe um sistema inteligente que analisa contestações de multas de trânsito e entra na justiça para defender os motoristas. Atualmente seu nível de sucesso é de mais de 60%.

Com o avanço desta tecnologia, milhões de informações poderão ser acessadas e comparadas com as leis, nas quais gerarão em pouco tempo relatórios completos e ações judiciais. Apesar de isso agilizar o processo da Justiça, as causas ainda serão julgadas por seres humanos.

advocacia

Créditos: Freepik

Conclusão

Existem ainda outros setores que sofrerão drásticas mudanças devido ao avanço tecnológico. Entretanto, certamente mesmo com o crescimento da robótica e diminuição de custos que ela vem mostrando, ainda assim surgirão novas profissões, tais como os projetistas e robotistas. Profissionais que projetam, consertam e melhoram os sistemas robóticas e de automação serão fundamentais para o crescimento deste setor e melhoria do conforto e qualidade de vida humana.

Logo, quem não estiver adequado para dominar a tecnologia, perderá seu espaço no mercado para ela. Por isso é bom começar desde já aprendendo Robótica e Automação a fim de se preparar, bem como criar um futuro melhor.